4 semanas de gravidez

A partir do próprio processo de fertilização do óvulo, o embrião passa por constantes mudanças. O feto, inicialmente representando apenas algumas células, está se desenvolvendo ativamente e aumentando de tamanho.

Cada semana de gravidez é diferente da semana anterior, embora essas diferenças não sejam visíveis visualmente no primeiro trimestre. A quarta semana de gravidez após a concepção (sexta semana obstétrica) é um período suficientemente cedo para as manifestações do feto no corpo da mãe: o abdômen não mudou de tamanho e forma, e o aumento do útero é comparável à sua condição durante a menstruação.

Gravidez 4 semanas após a concepção: sintomas

O sinal mais importante da gravidez é a ausência de menstruação, embora o atraso possa ser muito pequeno. Para um resultado mais preciso, é recomendável usar um teste especial que seja sensível ao conteúdo de gonadotrofina coriônica no sangue de uma mulher.

Você deve saber que esse hormônio apenas começou a ser produzido, porque o teste pode mostrar um resultado incorreto. Dados mais confiáveis ​​podem ser obtidos usando o ultrassom. Os principais sinais pelos quais você pode assumir a presença de gravidez incluem:

  • Fraqueza frequente e sonolência constante,
  • Elevando a temperatura basal para 37 graus,
  • Mudanças de humor
  • Micção rápida
  • Mudança nas preferências de sabor,
  • Sensibilidade e sensibilidade das glândulas mamárias,
  • A ocorrência de puxar dores no abdômen ou na região lombar.
Muitas mulheres relatam o aparecimento de toxicose, que é expressa em náuseas, vômitos e rejeição de certos alimentos. Uma mulher fica chorosa e irritada, algo a preocupa constantemente.

No momento da gravidez, 3-4 semanas após a concepção, na ausência de contra-indicações, a mulher pode continuar com o ritmo habitual da vida, sem excluir a atividade física.

Cálculos por vários métodos

Quando os médicos trabalham com pacientes grávidas, eles não entram nos detalhes da ovulação e no dia da concepção. A gravidez será calculada pelo método obstétrico: a partir do primeiro dia da última menstruação.

O método embrionário considera o período desde a ovulação presumida e “atrasa” por duas semanas em comparação com o período obstétrico.

Às vezes, as mulheres consideram o período a partir do momento do atraso. Então a quarta semana significa a oitava obstétrica ou sexta fetal. Fácil de se confundir? Então é melhor aderir a um ponto de vista médico. Afinal, a futura mãe terá que se comunicar com os médicos com bastante frequência.

O que esperar na quarta semana após a concepção

Um período de gestação de quatro semanas ou seis períodos obstétricos é o momento em que o ginecologista, mesmo no exame, provavelmente pode determinar a posição interessante do paciente. Seus sintomas estão se tornando mais brilhantes. Uma mulher começa a ficar grávida, a perceber que muito em breve ela se tornará mãe.



Sinais de gravidez na quarta semana

Nesta fase, a mulher já entende que logo se tornará mãe, porque os períodos provavelmente estão ausentes. Outros sintomas iniciais incluem:

  • Balanço emocional. Devido a flutuações no nível de progesterona no sangue de uma mulher grávida, mudanças frequentes de humor são observadas. Isso se manifesta em lágrimas, irritabilidade, distúrbios do sono.
  • Viagens mais frequentes ao banheiro. O útero às 4 semanas aumenta ligeiramente de tamanho. Nesse sentido, a pressão na bexiga aumenta. Mesmo com preenchimento incompleto, a mulher sente vontade de urinar.
  • A temperatura basal, que deve diminuir levemente 14 dias após a ovulação, permanece elevada.
  • Desenho na parte inferior do abdômen e parte inferior das costas. Nem sempre esse sintoma é um precursor da gravidez. O estômago freqüentemente puxa e no início da menstruação. Se a concepção chegou, essas manifestações podem indicar a introdução do embrião na parede uterina e o crescimento do próprio órgão genital.
  • Alterações no peito. As glândulas mamárias tornam-se densas, às vezes a sensibilidade dos mamilos aumenta.
  • Detecção de escassa descarga. Este sintoma indica a ligação de um ovo fetal à parede uterina.

O estado fisiológico de uma mulher está mudando visivelmente. Sonolência, fadiga aparece. A fadiga é sentida mesmo de manhã, na ausência de esforço físico significativo.

Freqüentemente, a futura mãe percebe um aumento no olfato e uma mudança nas preferências de sabor. Os pratos que ela gostava antes podem ser nojentos. Às 4 semanas de gravidez, ocorrem toxicose e perda de peso. De manhã, náuseas e vômitos aparecem. Às vezes, sudorese, aumento da salivação são observados. Isso não acontece com todo mundo, muitas mulheres não encontram essa condição desagradável.

Sintomas e sinais

O primeiro sinal de uma situação interessante é a ausência característica de menstruação. Além disso, a mulher grávida apresenta esses sintomas:

  • Fraqueza e sonolência
  • A temperatura basal aumenta para uma marca de 37 graus,
  • Uma mulher costuma correr ao banheiro
  • Mudanças repentinas de humor
  • Estresses habituais causam fadiga,
  • Os vícios do paladar mudam drasticamente,
  • As glândulas mamárias tornam-se mais sensíveis e rudes,
  • Distúrbios dispépticos como salivação excessiva e vômitos de náusea,
  • Desenho dores na região lombar ou abdômen.

Pelo nível de hormônio da gonadotrofina no sangue, a gravidez pode ser detectada e, com o uso de tiras especiais de farmácia, cada mãe pode testar sua urina independentemente. Entre as técnicas de hardware, a maneira mais comum de determinar a gravidez é o ultrassom.

Desenvolvimento fetal com 4 semanas de gestação

O que acontece com o bebê por nascer durante 4 semanas desde a concepção? Os especialistas chamam esse período de muito responsável, uma vez que, no momento, há uma colocação de todos os sistemas e órgãos do corpo, que posteriormente se desenvolverão. Neste momento, a formação do embrião, que é transformada a partir do ovo fetal. O futuro bebê ainda não é como uma pessoa e é um disco de três camadas com uma forma plana.

Na quarta semana de gravidez após a concepção, esses órgãos extra-embrionários são formados ativamente, responsáveis ​​pela nutrição e segurança do embrião nos estágios iniciais da gravidez, como:

  • Chorion é a concha externa, que com o tempo se transformará em uma placenta,
  • Amnion - a cavidade em que o embrião está localizado. Uma bexiga fetal se desenvolverá posteriormente, desempenhando uma função protetora,
  • Saco vitelino - fornece função de formação de sangue por até 8 semanas.
Nesta fase, o embrião ainda carece de órgãos, mas uma placa neural já apareceu, o que dará origem à medula espinhal e ao cérebro.

O tamanho do embrião por um período de 4 semanas atinge 4-5 mm.

O que acontece com o feto?

As mulheres grávidas geralmente estão interessadas em saber como o bebê não nascido cresce e se desenvolve. Vamos entender o que acontece com o feto se duas semanas se passaram após a concepção.

Como já mencionado, esse período é muito importante, pois nesse momento há uma transformação do ovo fetal em um embrião. A aparência do óvulo muda, agora não é mais uma bola, mas um disco. A composição do óvulo inclui três camadas de camadas germinativas.

  • A camada interna do óvulo é chamada endoderme. Estes são tecidos com base nos quais os órgãos respiratórios e digestivos são formados posteriormente.
  • A camada média do ovo fetal é chamada de mesoderma. Serve como base para a formação dos sistemas circulatório e urinário e a formação do esqueleto e dos músculos.
  • A camada externa do óvulo é chamada de ectoderma. É a base para o desenvolvimento do sistema nervoso, pele, órgãos de visão, esmalte cobrindo os dentes.

Conselhos! As 4 semanas de gravidez também são significativas, pois é o período em que a cabeça do feto começa a se formar. Mas, embora, é claro, pareça um pouco com a cabeça de um bebê recém-nascido.

Tamanho fetal: mais de uma célula

Assim que o esperma fertiliza o óvulo, começa a rápida divisão do zigoto. Se você pensar sobre isso, é um milagre. Uma única célula forma muitas outras. Eles são completamente diferentes, e seus papéis são diferentes. E cada célula "sabe" onde está e o que fazer.

Se houver uma quarta semana obstétrica, é muito cedo para falar sobre o feto. O zigoto passa gradualmente para o estágio do embrião. Agora, o feto é um nódulo quase invisível de células, que os cientistas chamam de mórula. Sob um microscópio, parecerá uma baga coberta com "espinhas". Se a consolidação da mórula na cavidade uterina ainda não ocorreu, certamente ocorrerá. E então começa a verdadeira magia celular.

Quarta semana de gravidez: sinais confiáveis ​​para um médico

Somente agora começam a aparecer os sintomas que o médico pode perceber durante um exame ginecológico.

1. Cianose da membrana mucosa da vagina e do colo do útero.
2. Um aumento no tamanho do útero, quase atinge o tamanho de um ovo de galinha. Tem uma consistência suave devido à ação do hormônio progesterona e uma forma assimétrica. Essa forma assimétrica pode ser vista até pela própria mulher, se ela estiver deitada de costas. É verdade que não quatro semanas após a concepção, mas um pouco mais tarde, cerca da sexta.

A assimetria ocorre na parte do útero onde o óvulo se desenvolve. Se uma mulher tem miomas uterinos, alguns médicos levam um óvulo fetal para ela. Mas isso é precisamente gravidez. No final do primeiro trimestre, a forma do útero se torna correta novamente.

Se o útero for significativamente maior do que deveria em uma determinada idade gestacional, isso pode indicar uma gravidez múltipla. Menos comumente, a causa é um tumor uterino ou desvio cístico.

Os testes de gravidez devem ser claramente positivos. O teste de gravidez na quarta semana embrionária usando testes é possível mesmo em caso de ovulação tardia. Se você tem um atraso na menstruação, mas os testes ainda são negativos, significa que você tem apenas um distúrbio hormonal, não uma gravidez. Isso acontece com ciclos anovulatórios, ou seja, nos quais não houve ovulação.

A posição interessante da mulher é confirmada por ultra-som. Erros nesse termo não existem mais.

Desenvolvimento embrionário nesta fase

4 semanas de gestação é um período importante caracterizado pela transformação de um óvulo fertilizado em um embrião. Agora, o embrião é um corpo minúsculo que se parece muito com um disco de três camadas. O que acontece durante esse período? As alterações são as seguintes:

  1. A formação de órgãos extra-germinativos a partir da folha externa. O embrião aparece como membrana amniótica ou amnion, saco vitelino e corion. Graças a eles, é realizada a função respiratória, protetora e nutricional.
  2. A concha externa é apresentada na forma de um córion. Mais tarde, ele se tornará a placenta. O processo de conversão durará até 12 semanas. A placenta é muito importante para o desenvolvimento normal do feto. Fornece oxigênio e outros nutrientes vitais. Um importante papel também é desempenhado pela rede vascular, que aparece na área de contato entre o feto e a parede uterina.
  3. O amnion ou membrana amniótica é a cavidade na qual o embrião será localizado no futuro. Mais tarde, é convertido na bexiga fetal. Nesse espaço, a criança é protegida da influência negativa do ambiente externo e interno.
  4. O saco vitelino é responsável pela função da hematopoiese. Ele desempenha seu papel por 7-8 semanas.
  5. Ectoderm forma um sistema fetal desigual, pele, órgãos de visão e esmalte dentário.
  6. O mesoderma é transformado em osso, músculo e tecido conjuntivo. Forma o sistema circulatório reprodutivo, excretor.
  7. O endoderme é o germe dos sistemas respiratório e digestivo.

O final de 4 semanas de gravidez é chamado blastogênese. A cabeça do embrião já está marcada nesta fase e se assemelha a uma pequena gota. O estágio inicial da formação embrionária está concluído.

Transformações no corpo

A quarta semana de gravidez é caracterizada pela transição do óvulo fetal para o estado do embrião, que possui uma estrutura de três camadas. Estruturas extraembrionárias são formadas a partir da camada externa. A partir da camada intermediária, formam-se estruturas dos tecidos musculares, esqueleto ósseo, sistema excretor e circulatório, além de elementos individuais do sistema reprodutivo do bebê. Estruturas inorgânicas como fígado e glândula tireóide, sistema digestivo e pâncreas, bem como estruturas orgânicas do sistema respiratório, são formadas a partir da camada interna. Neste momento, a cabeça embrionária é formada e, ao final de 4 semanas de gravidez, o estágio inicial do desenvolvimento intra-uterino termina.

Desenvolvimento de órgãos internos

Esse período para o futuro bebê também é significativo, pois o óvulo fetal está desenvolvendo ativamente órgãos internos que fornecem suporte à vida. O óvulo aparece:

  • Chorion. Mais tarde, esse órgão do óvulo é convertido na placenta, que age como uma barreira que não passa para as substâncias nocivas do feto que entram no sangue da mãe.
  • Saco de gema. Este órgão fornece nutrição ao óvulo.
  • Amnion. Depois de algum tempo, esse órgão será transformado na bexiga fetal. Suas funções são proporcionar condições confortáveis ​​para o crescimento e desenvolvimento da criança e proteção contra danos mecânicos.

Conselhos! A gestante deve se lembrar que antes da formação completa da placenta, o feto não tem proteção contra substâncias nocivas e tóxicas presentes no sangue da mãe. Portanto, categoricamente, uma mulher não tem permissão para fumar, tomar álcool e deve fazer o possível para impedir a infecção por infecções virais.

Como o embrião é organizado?

O tamanho do futuro feto na quarta semana obstétrica é comparável à "semente de papoula". Seu peso é de cerca de 0,5 ge uma altura de 0,36-1 mm. No entanto, esses são literalmente dados momentâneos. O embrião está aumentando rapidamente devido à constante divisão celular.

O que acontece com o feto e o que é visto no ultrassom na quarta semana

Com o ultra-som transvaginal, o médico encontra facilmente um óvulo fetal na cavidade uterina e vê nele um embrião. Seu comprimento atinge 2-4 mm. Está cercado por cerca de 3 gramas de líquido amniótico e parece uma pequena vírgula. Ele tem cabeça, o maxilar inferior e superior, braços, cordão umbilical e cauda são determinados.

Se você olhar de perto, poderá ver duas formas em forma de xícara na cabeça. Estes são os futuros olhos do bebê, as chamadas vesículas ópticas.

Na quarta semana, o início de todos os membros aparece, os pulmões, fígado, baço, parcialmente a orelha interna e a laringe e o cérebro no final do tubo neural são formados. O chamado rim primário é formado. Este é um corpo temporário. No quinto mês de gravidez, ela desaparecerá completamente. Um órgão temporário importante, a placenta, continua a se formar.

Nesta semana, o coração começa a trabalhar no embrião. Embora tenha uma forma simplificada, não como um ser humano, com algo semelhante a um tubo. No entanto, se você tiver equipamentos de alta qualidade, já poderá ouvir sua batida.

O que acontece durante a quarta semana após a concepção ou a sexta obstétrica é claramente visível em uma ecografia. Geralmente já diagnosticada com gravidez múltipla. Pode ser de 2 a 3 óvulos fetais ou um óvulo fetal, mas com vários embriões. A primeira opção de rolamento é melhor, mais viável.

O que acontece durante a gravidez às 4 semanas?

Quando uma mulher descobre que um feto começa a se desenvolver gradualmente no estômago, ela está interessada em saber o que está acontecendo em um determinado momento no tempo.

Na verdade, o feto é formado, transformando-se do ovo no embrião. Ele ainda não se parece com um homem e é um disco de três camadas com uma forma plana.

Órgãos extra-embrionários são formados ativamente. Eles consistem em corion, amnion e saco vitelino. Nos estágios iniciais, eles protegem e nutrem o embrião no estômago.

Chorion é a membrana externa do feto, que posteriormente se desenvolverá na placenta. Amnion é a cavidade em que o embrião está localizado. Além disso, ele se transformará em uma bolha com fluido fetal, que protegerá o feto de golpes externos e se tornará seu habitat habitual. O saco vitelino fornecerá função hematopoiética até a oitava semana.

Também vale a pena observar as células da camada externa, média e interna, ou ectoderma e endoderme. A partir das células do primeiro tipo, cabelo, pele, dentes e sistema nervoso serão formados. Das células do segundo tipo - o esqueleto, tecido muscular, sistema sanguíneo e genitais. E do endoderme - o trato digestivo, fígado, pâncreas, bem como os pulmões. Vale a pena notar que é precisamente a semana 4 que se caracteriza pelo final de um estágio como a blastogênese.

Dentro do corpo feminino, neste momento, o embrião está se desenvolvendo ativamente. Atualmente, os órgãos germinais ainda não estão formados, mas o feto já possui uma placa neural, que é o germe do cérebro, tanto a medula espinhal quanto o cérebro. O tamanho do embrião por um período de 4 semanas é de apenas quatro milímetros. A partir deste momento até a décima semana, os órgãos fetais se desenvolverão e começarão a funcionar.

Como uma mulher grávida muda?

Uma mulher pode verificar a maternidade iminente durante esse período com a ajuda de tiras de teste de gravidez. Se o resultado for positivo, você precisa ir ao ginecologista, que se registra, envia os exames necessários e prescreve vitaminas. Nem todos os pacientes têm sensações específicas, embora, sob a influência de transformações hormonais, ocorram mudanças repentinas de humor, sensibilidade e lágrimas, irritabilidade sem causa, etc.

Às vezes, as mães são perturbadas por dor no abdômen, hipersensibilidade das glândulas mamárias ou reações incomuns aos cheiros usuais, uma secreção mucosa abundante e inodora, hiper-inchaço etc.

O que acontece com o bebê

No final do primeiro mês de desenvolvimento, o óvulo passa para o estágio embrionário. Agora, está crescendo rapidamente e está passando por uma série de mudanças. Externamente, assemelha-se fortemente a um corpo em forma de disco com três camadas. Na quarta semana de gravidez, um corpo pequeno forma uma placa nervosa. Este é o rudimento da medula espinhal e do cérebro do feto. Em uma cabeça pequena, você pode ver os rudimentos dos olhos. O diâmetro do embrião não excede cinco milímetros.

Desde o final do primeiro mês desde a concepção até a décima semana, ocorre a formação ativa de todos os órgãos e sistemas. Órgãos individuais até começam seu trabalho. Nesse estágio, permanece um risco bastante alto de aborto espontâneo e anormalidades no desenvolvimento do embrião. Nesse sentido, a mulher deve cuidar de sua saúde, eliminar maus hábitos, convulsões emocionais e comer da maneira correta.

O risco de aborto espontâneo permanece alto até 12 semanas. Uma jovem mãe deve tomar todos os esforços necessários para salvar a vida do feto.

Tamanho fetal

Obviamente, na quarta semana o tamanho da fruta ainda é muito pequeno, a fruta tem um comprimento não superior a 1 milímetro; portanto, seu tamanho pode ser comparado a um grão de areia.

Algumas futuras mães estão tão felizes com a gravidez que parece que já neste momento o tamanho do abdômen aumentou. De fato, é claro que não é assim, esse período de gravidez não afeta o tamanho da barriga da grávida.

A estrutura do embrião

Os médicos costumam usar o conceito de disco germinativo, que forma a folha germinativa. Estas são camadas especiais de células:

  • a camada interna (endoderme) dará origem ao trato digestivo, fígado e pulmões, bem como ao pâncreas,
  • a camada do meio (mesoderma) são os futuros rins, músculos, coração e vasos sanguíneos, além do esqueleto do bebê,
  • a camada externa (ectoderma) é responsável pela formação do sistema nervoso, da cabeça (incluindo olhos, dentes e cabelos), bem como da pele.

O que a mãe expectante deve engravidar às 4 semanas?

O período inicial é o tempo muito responsável pelo desenvolvimento do embrião. Imediatamente depois que uma mulher descobre que está esperando um bebê, ela deve começar a cuidar de si mesma com uma vingança.

Primeiro, você precisa marcar uma consulta com um ginecologista, que examinará as condições dos órgãos genitais e eliminará os riscos iniciais.

Em segundo lugar, você precisa mudar sua dieta. É importante consumir adicionalmente vitaminas que o médico prescreverá. Por que isso deve ser feito? Porque a falta de um ou outro elemento no processo de colocação dos órgãos internos pode causar patologia. Por exemplo, a falta de ácido fólico pode levar ao desenvolvimento cerebral prejudicado. Recomenda-se o uso de ácido fólico antes mesmo da concepção.

Você deve revisar completamente seu estilo de vida assim que descobrir que o feto está se desenvolvendo ativamente no estômago. A nutrição deve ser saudável. Sem álcool e cigarros - eles devem ser excluídos. Algumas mulheres não podem abandonar os maus hábitos, nem mesmo suspeitando que metade das patologias fetais esteja associada especificamente ao fumo ou ao consumo de bebidas alcoólicas.

O que é anembrionia

Se o embrião não é visível no ovo fetal, isso pode significar um embrião. Um ovo fetal vazio também cresce, juntamente com a progressão do hCG também é determinada. Há sinais de gravidez na quarta semana. Mas essa gravidez não é viável. Não existe embrião, pois ele morreu muito cedo, quando ainda era muito pequeno. As causas da morte do embrião podem ser em massa. Qualquer fator prejudicial externo ou interno ou anormalidades cromossômicas.

A anembrionia é uma indicação para o aborto. Mas, para não remover acidentalmente uma gravidez viável, o médico deve certificar-se de um embrião. A limpeza não é feita até que o SVD (diâmetro interno médio do óvulo) atinja 2-2,5 cm. Até esse momento, a "aparência" do embrião pode ser esperada. Sabe-se que quando a quarta semana termina e a quinta semana de gravidez começa (na concepção), a SVD é de aproximadamente 18 a 20 mm. Ou seja, você pode esperar mais uma semana e refazer o ultrassom. Em média, o óvulo cresce 1 mm por dia.

Alterações no corpo com 4 semanas de desenvolvimento embrionário

Após a fertilização do óvulo e sua fixação na parede uterina, as mudanças começam no corpo da mulher, que até agora não são perceptíveis. A produção de progesterona provoca um ligeiro aumento e inchaço das glândulas mamárias, um aumento na sensibilidade dos mamilos.

A mulher grávida rapidamente se cansa, aparece sonolência. As meninas apresentam toxicose, expressa em distúrbios dispépticos, como náusea, vômito, flatulência e arroto. Muitas vezes há mudanças de humor. Muitos ganham peso, o que torna uma ocasião para suspeitar de sua posição interessante.

6-7 dias após a concepção, ocorre o desenvolvimento de gonadotrofina coriônica, conhecida por muitos como hCG. Neste contexto, há uma diminuição da imunidade. Isso é necessário para a adoção de embriões. Sem hCG, o corpo perceberá o feto como um corpo estranho e simplesmente o rejeitará.

A gonadotrofina coriônica às vezes é encontrada em meninas na ausência de gravidez. Normalmente, seus números não excedem 5 mU / ml. Com o início da concepção, a quantidade de hCG aumenta rapidamente. Nos gêmeos ou trigêmeos, que geralmente se desenvolvem como resultado da fertilização in vitro, a quantidade de gonadotrofina dobra ou triplica.

Saiba mais sobre o hCG no sangue após a concepção. Você pode encontrar todas as informações neste artigo.

Possíveis riscos às 4 semanas de gestação

Uma vez que a colocação dos principais órgãos e seus sistemas ocorre na quarta semana de gravidez, o desenvolvimento futuro da gravidez depende muito do sucesso desse estágio. De grande importância para o futuro bebê é o estilo de vida da mãe e seu estado de saúde. É neste momento que uma violação da formação de órgãos é possível, o que leva no futuro ao desenvolvimento de patologias. Isso pode ser devido à presença de anormalidades cromossômicas, doenças e a influência de substâncias tóxicas sofridas pela futura mãe.

Esses fatores ou efeitos negativos levam à formação de pirogênios no corpo de uma mulher grávida - substâncias que interferem na maturação normal das células embrionárias, acelerando os processos metabólicos em algumas delas, o que leva a uma interrupção na formação adequada dos tecidos.

É em um período de 4 semanas que o início do desenvolvimento patológico do sistema cardiovascular pode ser estabelecido.

O perigo às 4 semanas de gravidez após a concepção é a presença de distúrbios hormonais no corpo de uma mulher, que é expresso em uma síntese reduzida de progesterona. A introdução de doses adicionais do hormônio pode ajudar nessa situação.

Na idade gestacional de 4 semanas, os abortos ocorrem com bastante frequência, o que os médicos explicam pela presença de anormalidades cromossômicas, inviabilidade do feto e preparação insuficiente do corpo para a gestação.

Progesterona

Com a chegada de 4 semanas de gravidez, observa-se um aumento gradual nos níveis de progesterona, esse hormônio é produzido pela primeira vez pelo corpo amarelo e, em seguida, a placenta assume uma função semelhante. Esta substância hormonal é importante durante a gravidez, pois garante a disponibilidade do corpo uterino para o crescimento do feto, aumentando seu tamanho. Além disso, a progesterona mantém a gravidez, impedindo a contração do tecido muscular uterino e, assim, evitando os riscos de aborto espontâneo.

Em média, o conteúdo do hormônio progesterona durante um período de quatro semanas é de cerca de 18 Nmol / L. O indicador pode variar um pouco, dependendo do laboratório.

O que acontece com o corpo da futura mãe?

Então, na quarta semana, o feto está crescendo e se desenvolvendo ativamente, e neste momento acontece com o corpo da futura mãe? Afinal, as mudanças no corpo de uma mulher começam a ocorrer imediatamente após a concepção, embora, a princípio, sejam invisíveis não apenas aos outros, mas também à mulher grávida.

Registro de gravidez e determinação do termo

Os médicos recomendam o registro no primeiro trimestre, a fim de enviar todos os testes em tempo hábil e se inscrever para a primeira triagem - é uma ecografia + exames especiais de sangue que são realizados por um período de cerca de 12 semanas obstétricas ou 10 semanas após a concepção. Além disso, é necessário um pequeno benefício único para o registro nos estágios iniciais da gravidez após o parto.

Não tenha medo de que um exame ginecológico provoque um aborto espontâneo. Isso não vai acontecer. Durante a gravidez, você terá que ir ao médico da clínica pré-natal cerca de 2 vezes por mês, no entanto, isso não significa que você será constantemente observado na poltrona. Eles olharão apenas para a primeira recepção. Então, 1-2 vezes, em cerca de 20 a 32 semanas, serão feitas manchas, mas isso não pode ser chamado de inspeção. Eles não usarão espelhos ginecológicos e sentirão o útero. Esses poderes são atribuídos aos médicos do hospital (departamento de patologia da gravidez), se você de repente chegar lá.

Além de um exame ginecológico, como resultado do qual o médico lhe dará um período de gestação, você fará uma medição da pressão arterial e da pesagem em uma balança. Esses procedimentos serão realizados em cada consulta. O médico monitora sua saúde.

Se de repente a pressão acabar alta, enquanto você não estiver hipertenso, você será medido em alguns minutos. Nas mulheres, a chamada síndrome do jaleco branco é freqüentemente encontrada. É quando, à vista de um médico, eles são tímidos e muito preocupados, como resultado do qual a pressão também aumenta. Na segunda medição, neste caso, a pressão será normal ou próxima dos valores normais.

O peso é medido para diagnosticar oportunamente a retenção de líquidos de uma mulher no corpo, o edema, que é um dos primeiros sinais do desenvolvimento de uma patologia perigosa - a gestose de mulheres grávidas.

Será muito útil adquirir um dispositivo para medir pressão e balanças eletrônicas para uso doméstico. Assim, você pode controlar sua saúde de forma independente, evitar excessos, o que é muito característico das gestantes.

Por que o termo da gravidez, que o médico coloca nos resultados do exame do útero, difere do que eles dizem no ultra-som? Isso geralmente acontece. Mas você não pode se preocupar, mais perto do final da gravidez, as datas serão contadas. Aparecerão fatores adicionais que serão levados em consideração - esta é a determinação do termo para ultrassom às 12 semanas obstétricas e a data do primeiro movimento fetal.

Na primeira ou segunda consulta com o ginecologista, toda mulher grávida recebe um cartão de dispensário, que permanece com ela. Todos os resultados dos testes, medições da pressão arterial, peso, etc., são inseridos neste cartão.Este cartão é examinado em um hospital em caso de hospitalização, bem como na admissão na maternidade.

Testes a serem realizados

Após o primeiro exame, o médico receitará que você faça uma série de testes e consulte uma consulta com pelo menos três especialistas: terapeuta, dentista, otorrinolaringologista. Isso deve ser feito para tratar oportunamente quaisquer possíveis focos de infecção no organismo. Por exemplo, a mesma cárie é uma fonte potencial de infecção, perigosa para o embrião.

Exames gerais de urina e sangue são necessários. Na segunda análise, atenção especial é dada ao nível de hemoglobina no sangue. Se necessário, suplementos de ferro são posteriormente prescritos para corrigir a anemia por deficiência de ferro.

Também é realizado um exame de sangue para o açúcar. Mas, para obter dados confiáveis, especialmente sobre açúcar, é necessário fazer testes com o estômago vazio. Você não deve nem tomar chá com açúcar pela manhã. Tudo isso é glicose. Se você se sentir mal quando estiver com fome, leve uma barra de chocolate e coma imediatamente após a doação de sangue.

A propósito, eles tirarão muito sangue de você. Além da análise geral e do açúcar, você será levado para o HIV, hepatite, tipo sanguíneo e fator Rh, bioquímica, protrombina (para coagulação).

O exame de urina mostra, nos estágios iniciais da doença renal e da bexiga, um processo inflamatório. Um grande número de glóbulos brancos testemunha isso. No entanto, existem resultados duvidosos, e eles pedem que a análise seja retomada. Para excluir a possibilidade de retomada, é necessário coletar imediatamente a urina, observar todas as regras. A urina é coletada apenas pela manhã, você não pode manter a noite, mesmo na geladeira. Antes disso, os órgãos genitais são lavados com sabão. Um cotonete é inserido na vagina para impedir que o corrimento vaginal entre no frasco, o que tornará a análise não informativa. A urina deve ser entregue ao laboratório o mais rápido possível, não mais que 2 horas.

Há outro exame de sangue que merece atenção. Este é um teste de progesterona. Alguns médicos prescrevem para diagnosticar a ameaça do aborto. O nível supostamente baixo de progesterona no sangue significa que um aborto espontâneo pode ocorrer em um futuro próximo. De fato, o nível mínimo exato de progesterona, necessário para manter a gravidez, não é conhecido. E a ameaça de aborto espontâneo é indicada por sintomas - dor abdominal e sangramento vaginal.

O que uma mulher e seus sentidos percebem na quarta semana

A toxicose está aumentando. Se apenas uma náusea foi sentida há uma semana, agora também podem aparecer vômitos. Especialmente pela manhã. Mas existem mães que não sentem toxicidade. Tanto isso como outro é uma norma absoluta e não é um sinal distintivo do curso posterior da gravidez.Eles dizem que as mulheres que carregam meninas têm maior probabilidade de sofrer toxicose grave.

Algumas futuras mães percebem que seu estômago começa a crescer na quarta semana de gravidez. Mas mulheres mais experientes dizem que este não é um útero grávido. Ainda é ampliado completamente, não significativamente. Pelo contrário, inchaço. Gás excessivo no intestino é um problema comum em mulheres grávidas.

No entanto, existe uma categoria de mulheres em que a gravidez será visível mais cedo que as demais. É multípara. Aqueles que carregaram e deram à luz mais de dois filhos. Isto é devido à fraqueza da parede abdominal. Mas não há nada a invejar, uma vez que uma parede abdominal frontal fraca durante a gravidez ameaça com dor nas costas, pelo menos.

Psicologicamente, as mulheres se tornam mais sensíveis, chorosas, sentimentais. E isso pode continuar não apenas durante a gravidez, mas também depois, no processo de amamentação.

Externamente, um aumento nas glândulas mamárias pode ser observado. O peito é lindamente derramado. E os mamilos aumentam visivelmente de tamanho e escurecem. Algumas mulheres ficam marrons, aparentemente pigmentadas. Além dos mamilos, a região axilar e o estômago sofrem pigmentação. Em algumas mulheres, uma faixa no meio do abdômen (ao longo da linha branca) já começa a aparecer, mas mais frequentemente aparece na segunda metade da gravidez.

Semana 4, como contar ao marido sobre gravidez (vídeo):

4 semanas, como contar ao marido sobre gravidez

2013-06-05T00: 00: 00

Peito

Na quarta semana de gravidez, as glândulas mamárias aumentam ligeiramente de tamanho, sua sensibilidade aumenta, muitas meninas percebem o aparecimento de veias. Este é um fenômeno completamente normal, indicando a preparação do corpo para a maternidade iminente. Se o peito nesta fase foi muito sensível e parou de doer, não se preocupe. Durante a gestação do bebê, o corpo feminino passa por muitas mudanças.

Durante esse período, você precisa pensar em um sutiã confortável. Nunca use roupas íntimas muito apertadas ou sintéticas. No futuro, isso pode afetar adversamente a lactação e a saúde da mama.

Dicas para gestantes

Um dos fatores de saúde mais importantes nesta semana de gravidez é a nutrição adequada e adequada. Mas apenas não abundante! Lembre-se de que comer demais ameaça não apenas quilos extras, que serão difíceis de eliminar mais tarde, mas também estrias - estrias. Eles aparecem principalmente por causa do rápido ganho de peso. Um sentimento frequente de fome na quarta semana gestacional é comum. Coma fracionariamente e não coma alimentos calóricos e inúteis para o corpo.

Se você deseja evitar estrias, é hora de começar. Você pode usar o creme para gestantes. Aplique nas nádegas, coxas, abdômen, peito. Ou, em vez de cosméticos, lubrifique a pele com óleo vegetal. A ação é essencialmente a mesma - hidratando a pele e aumentando sua elasticidade.

É muito importante comer bastante carne. Estas são proteínas de valor inestimável para o corpo e também a principal fonte de ferro. Se uma mulher não comer carne, ela definitivamente terá anemia por deficiência de ferro.

Você também precisa monitorar a qualidade dos alimentos. Muitos vegetais e frutas, vendidos no início da primavera e no final do inverno, contêm grandes quantidades de nitratos. Se muitos deles entrarem no corpo da mãe, é perigoso para a saúde e a vida do embrião. Algumas mães progressistas chegam a comprar nitratômeros em casa para comer apenas produtos ecológicos.

Quanto à atividade física, é necessário. Mas moderado, familiar para você. Limite a carga apenas para mulheres que têm uma ameaça real de aborto espontâneo. As mesmas recomendações se aplicam à vida sexual e durante toda a gravidez.

Dicas e truques para mulheres grávidas com 4 semanas desde a concepção

Caso a gravidez de uma mulher seja confirmada, ela deve cumprir regras especiais mais relevantes nos estágios iniciais da gravidez. Os principais são:

  • Recomenda-se evitar resfriados, que nos estágios iniciais são mais perigosos do que nos posteriores, pois podem levar a um aborto espontâneo.
  • É estritamente proibido beber álcool, nicotina e outras substâncias tóxicas.
  • É necessário começar a tomar ácido fólico (conforme combinado com o médico).
  • Sem o conselho de um médico, os antibióticos devem ser evitados.
  • É necessário normalizar e diversificar a dieta.
4 semanas desde a concepção marca o fim do primeiro mês de gravidez. Durante esse período, o estado emocional da futura mãe é muito importante, além de manter seu próprio corpo em um estado ativo e saudável. Com o início da toxicose, é necessário mais descanso e um pouco de preparação para a maternidade iminente. Na ausência de contra-indicações, é recomendável fazer ginástica para mulheres grávidas e mais frequentemente para estar ao ar livre.

Barriga

No final do primeiro mês após a concepção, o abdômen da mulher não aumenta de tamanho. Embora o útero comece a crescer, mas externamente ainda é imperceptível. Formas arredondadas só podem ocorrer em caso de aumento do apetite e rápido ganho de peso.

Muitas vezes, às 4 semanas de gravidez, uma mulher sente que seu estômago está puxando, o desconforto aparece na região lombar. Isto é explicado por alterações hormonais e pelo rápido crescimento do útero. Normalmente, essas dores são de natureza transitória e não requerem tratamento médico.

Útero

Sob a influência da progesterona, o órgão genital incha e adquire uma estrutura macia. Isso é necessário para o desenvolvimento do embrião e a criação de condições confortáveis ​​para a vida minúscula. Em tamanho, o útero aumenta ligeiramente.

Além disso, este estágio é caracterizado pela formação de um tampão mucoso especial. Isso é necessário para proteger o embrião de infecções durante todo o período de desenvolvimento.

Descarga

Uma gravidez saudável é caracterizada pela ausência de sangramento menstrual. Em casos raros, é observada a chamada ablução do feto, quando nos estágios iniciais a menstruação ocorre no caráter habitual ou mais moderadamente.

A única condição normal acompanhada de manchas é o sangramento da implantação. Durante a ligação do embrião ao útero, a mulher tem uma pequena quantidade de sangue, mas esse sintoma nem sempre é observado.

Normalmente, a secreção durante o período de gestação do bebê deve ser de cor transparente, ter consistência mucosa. A base mucosa também possui um tampão que fecha a entrada do útero. Tem uma função protetora e previne a infecção do feto. Esse engarrafamento é deixado antes do nascimento.

Você deve se preocupar se a natureza do segredo é a seguinte:

  • a presença de um odor desagradável semelhante a peixe ou leite azedo,
  • presença de prurido, queimação ou outras sensações desagradáveis,
  • Eu tenho uma base brega (fala de sapinhos),
  • secreção marrom, amarela, avermelhada,
  • o volume do segredo é grande, traz desconforto,
  • descarga é acompanhada de dor e dor.

Se você tiver um ou mais dos sintomas acima, recomenda-se que uma mulher procure imediatamente ajuda médica.

HCG e progesterona em 4 semanas

Após a concepção, muitas mudanças ocorrem no corpo feminino. Primeiro de tudo, o fundo hormonal muda. Isso é expresso no aumento da produção de certas substâncias, como progesterona e gonadotrofina coriônica. Cada um desses hormônios desempenha sua função.

O papel da gonadotrofina coriônica (hCG):

  • suporta a função do corpo lúteo por até 7 semanas,
  • participa do desenvolvimento do feto,
  • ajuda a suprimir a imunidade, necessária para a adoção do embrião pelo organismo.

6-7 dias após a concepção, a quantidade de hCG no sangue de uma mulher grávida aumenta várias vezes ao dia. Por volta da semana 10, a quantidade do hormônio começa a diminuir gradualmente.

Se falamos da quarta semana obstétrica, a quantidade de hCG aqui deve ser de aproximadamente 101 - 4870 mU / ml. Na quarta semana embrionária, sua quantidade é de aproximadamente 1110 - 31500 mU / ml.

Além da gonadotrofina coriônica, no início da concepção, há um aumento na produção do hormônio progesterona. Sua função é a seguinte:

  • participação na formação de certos tecidos fetais,
  • estimulação do crescimento do órgão genital,
  • diminuição da função do sistema imunológico para impedir a rejeição do embrião,
  • estimulação do crescimento mamário,
  • um aumento na gordura subcutânea em uma mulher para fornecer nutrição para o embrião.

A taxa de progesterona em 4 semanas é de cerca de 18 Nmol / L. Para obter dados confiáveis ​​durante a análise, você deve abandonar alimentos gordurosos, defumados, ácidos, salgados, excluir o estresse emocional e físico e também parar de tomar medicamentos hormonais.

Riscos na quarta semana de gravidez

A dor abdominal precoce é um sintoma bastante comum. Mas se for muito forte ou for acompanhado de secreção de sangue, é urgente consultar um médico. Tais sintomas podem indicar uma doença dos órgãos genitais ou urinários, uma gravidez ectópica, indicar uma ameaça de aborto espontâneo ou ser um sinal de várias inflamações.

O aumento da descarga nos estágios iniciais é um fenômeno completamente normal. No entanto, se a descarga tiver um odor forte e desagradável e for caracterizada pela presença de cor, consulte um médico. Este é um sinal de que existe uma infecção intra-uterina. Se no início de 4 semanas houver descarga marrom clara, você não precisará tocar o alarme. Geralmente eles desaparecem muito rapidamente.

No início de seu desenvolvimento, o embrião é exposto a vários riscos. Na quarta semana, o risco de aborto espontâneo ou perda de gravidez é muito alto.

As razões para tais situações podem ser diferentes. Por exemplo, um aborto na semana 4 indica que o corpo da mulher ainda não está pronto para a gestação ou que ela tem sérios problemas de saúde. Além disso, um aborto espontâneo pode indicar um conflito de Rhesus ou ser a causa de abortos anteriores. A gravidez congelada geralmente aparece em mulheres que tiveram a primeira gravidez na idade adulta.

Muitas vezes, uma gravidez ectópica ocorre no corpo de uma mulher. É muito importante que o médico seja capaz de determiná-lo nos estágios iniciais, caso contrário, pode levar à morte posteriormente.

Seus sintomas são muito remanescentes de uma gravidez normal: a menstruação é atrasada, as glândulas mamárias ficam sensíveis, a temperatura corporal aumenta e as mudanças de humor. O HCG está presente no sangue e na urina. Mas o embrião não se desenvolve no útero, mas nas trompas de falópio, pelo motivo de o óvulo fetal não poder entrar no útero. Na maioria das vezes, isso ocorre se uma mulher tem obstrução das trompas de falópio devido a inúmeras aderências de processos inflamatórios, abortos ou doenças hormonais.

Se o médico não estabelecer uma gravidez ectópica no corpo da mulher a tempo, pode ocorrer uma ruptura do tubo, o que causará sangramento interno. E isso muitas vezes leva à morte do paciente. Geralmente, durante uma gravidez ectópica, o óvulo fetal é removido. Muitas vezes, a trompa de Falópio é removida junto com ela.

O que aguarda a mãe expectante?

Quando a gravidez já é um fato estabelecido, uma mulher é registrada. Em um período de 10 a 13 semanas, a gestante deverá ser submetida à primeira triagem, consistindo de um exame de sangue e ultra-som. A triagem é necessária para excluir muitas patologias genéticas do feto, bem como para verificar a saúde da futura mãe.

Quanto mais longo o prazo, mais frequentemente uma mulher terá que aparecer no consultório do médico. A partir deste momento, a saúde da futura mulher em trabalho de parto será cuidadosamente monitorada, no entanto, a futura mãe deve cuidar de si mesma.

O que o ultrassom mostra

O que é visível no ultrassom durante esse período? O ultra-som é realizado usando uma sonda transvaginal. O método ajuda a confirmar o início da gravidez, a identificar a fixação ectópica do ovo fetal e outras possíveis patologias. Na semana 4, uma ecografia mostra o embrião como um pequeno ponto, cujo diâmetro não é superior a dois milímetros. O feto neste período já é visualizado muito bem.

Ainda não é possível ver o tecido embrionário, mas após 7 a 10 dias você pode ver um embrião pequeno. Durante esse período, o corpo lúteo continua produzindo ativamente progesterona. Na foto com ultra-som, o feto parece um pequeno ponto.

A propósito, se você quiser ver todo o calendário de desenvolvimento fetal por semana, poderá fazer isso neste link.

Hormônio da gonadotrofina

O hormônio coriônico gonadotrofina está aumentando ativamente, nas primeiras semanas de gestação sua quantidade dobra a cada dois dias. Esse hormônio mantém o corpo lúteo até a gravidez atingir 7 semanas. Além disso, o hCG tem um efeito imunossupressor, impedindo a rejeição embrionária, porque, a princípio, a imunidade feminina toma o embrião como um corpo estranho.

Em quatro semanas, você pode determinar o nível exato de hCG através de um exame de sangue em laboratório. É devido à detecção de hCG que as tiras de teste funcionam para detectar a concepção. A gonadotrofina aumenta e, portanto, o teste responde pelo aparecimento de uma segunda linha na tira.

Diagnóstico usando um teste

Nas prateleiras das farmácias, você pode encontrar muitos testes de gravidez, que determinam facilmente o início da concepção desde os primeiros dias de atraso. Todos eles são baseados na indicação de hCG no corpo feminino. 7-10 dias após a fertilização do óvulo, a quantidade de gonadotrofina coriônica no corpo é suficiente para que o teste o conserte. Se o resultado for negativo, isso pode indicar uma determinação incorreta do termo ou ausência de gravidez. Em tal situação, é recomendável repetir o teste após algum tempo.

Esses diagnósticos são realizados em casa. Para fazer isso, leia atentamente as instruções de uso do fabricante. O procedimento deve ser feito pela manhã. Durante esse período, a concentração de hCG é maior.

Por que o abdome inferior dói às 4 semanas

Por que o estômago sorve e doe nos estágios iniciais de um bebê? Durante esse período, as sensações desconfortáveis ​​são consideradas a norma, se ao mesmo tempo em que a mulher tiver uma saúde normal, não houver secreção sanguínea e outros sinais negativos.

Dor no abdômen e nas costas pode indicar os seguintes problemas:

  • gravidez ectópica
  • doenças do sistema urinário (cistite, pielonefrite),
  • ameaça de aborto
  • patologia do sistema digestivo (úlcera, gastrite, hepatite, pancreatite),
  • inflamação ovariana
  • gravidez congelada.

Se as dores são frequentes e intensas, você não deve arriscar sua saúde e a saúde de um organismo minúsculo.

Uma mulher é aconselhada a relatar esse sintoma a um especialista. Isto é especialmente importante às 4 semanas de gravidez, quando o bebê está depositando todos os órgãos e sistemas.

Dor lombar

Na região lombar, sensações desconfortáveis ​​e de tração às 4 semanas podem ocorrer sob a influência de várias razões. Normalmente, se essas dores são moderadas e tosses passageiras. Normalmente, isso indica um aumento no tamanho do útero e a preparação do aparelho ligamentar-ósseo para o bebê.

As causas da dor patológica incluem:

  • excesso de peso e aumento da carga na coluna,
  • doenças da coluna vertebral que ocorreram antes da gravidez,
  • patologia dos rins.

Se você detectar essas dores em si mesmo e aumentar a dinâmica delas, consulte um médico. O diagnóstico oportuno de certos problemas ajudará a eliminar muitas complicações no futuro.

Corrimento sangrento ou marrom

Como já mencionado, a detecção normal nos estágios iniciais da gravidez pode ser observada apenas no caso de sangramento no implante e na lavagem do feto, quando a menstruação ocorre após o início da concepção. Em outros casos, corrimento marrom, rosa e com sangue pode indicar a presença de tais problemas:

  • gravidez ectópica
  • congelamento de embriões
  • erosão cervical,
  • início de aborto.

Um escasso daub marrom claro pode aparecer após um exame ginecológico ou intimidade sexual. Não tenha vergonha de informar o seu ginecologista sobre a aparência desse sinal. Se o problema for identificado em tempo hábil, isso aumenta muito as chances de salvar o bebê.

Causas de febre

4 semanas é o primeiro trimestre da gravidez. Esse período é muito emocionante para a futura mãe, porque ela ainda não teve tempo de se acostumar com sua nova posição. A este respeito, ela tem muitas perguntas. Uma delas é por que a temperatura corporal pode subir?

Primeiro, vamos descobrir qual deve ser a temperatura basal. Este indicador varia de acordo com o ciclo da mulher. Sabe-se que durante a ovulação, o BT aumenta em 1-2 graus. Após 12-14 dias, diminui. Quando a gravidez ocorre devido à produção de progesterona, os indicadores permanecem elevados. Portanto, se em 4 semanas a temperatura permanecer na faixa de 37 - 37,3 ° C, esse é um estado absolutamente normal.

A situação é diferente se o termômetro for bastante alto e atingir 38-39 ° C. Tais marcas podem indicar problemas sérios. Estes incluem:

  • doenças inflamatórias dos órgãos internos,
  • gravidez ectópica ou perdida,
  • gripe, infecções virais respiratórias agudas e infecções respiratórias agudas.

Se a temperatura causou um resfriado comum, recomenda-se que uma mulher beba muitos líquidos, coma frutas e legumes com um alto teor de vitamina C. O tratamento medicamentoso deve ser realizado apenas conforme indicado por um médico. O especialista irá ajudá-lo a pegar pílulas que não podem prejudicar o feto em 4 semanas.

Você não pode negligenciar sua saúde enquanto carrega um bebê. Durante esse período, a futura mãe é responsável não apenas por sua vida.

Sinais de gravidez ectópica

Uma gravidez ectópica é uma condição bastante perigosa. Se você não diagnosticá-lo em tempo hábil, as consequências serão extremamente negativas. Para suspeitar de uma patologia em tempo hábil, deve-se conhecer seus sintomas. Estes incluem:

  • falta de períodos
  • toxicose
  • inchaço e aumento dos seios,
  • puxando sensações nas costas e no abdômen,
  • preservação da temperatura corporal basal na faixa de 37-37,3 ° C,
  • mudança de estado emocional.

Com o desenvolvimento da patologia, a mulher é frequentemente diagnosticada com dor intensa e sangramento. O tratamento é realizado clinicamente ou cirurgicamente.

Tais fatores podem provocar uma gravidez ectópica:

  • doenças inflamatórias do sistema reprodutor,
  • doenças infecciosas
  • doenças congênitas das trompas de falópio,
  • distúrbios hormonais no corpo feminino,
  • maus hábitos (álcool, tabagismo),
  • aborto
  • a presença de um dispositivo intra-uterino.

O mais perigoso é a fixação de um óvulo fetal no ovário. O crescimento embrionário provoca ruptura de órgãos, que é acompanhada por dor aguda, sangramento, náusea, vômito e outros sintomas formidáveis. Na ausência de assistência oportuna, é possível um resultado fatal.

Leia mais sobre gravidez ectópica neste artigo.

O que a mãe expectante sente?

Os médicos não se cansam de repetir que cada gravidez é única; portanto, as sensações de uma mulher, com apenas quatro semanas, são individuais. Alguém intuitivamente começa a sentir que uma nova vida nasceu dentro quase imediatamente após a concepção. Outros não percebem nada, e até a ausência de menstruação é atribuída a uma "falha fisiológica".

No entanto, sinais comuns de gravidez na quarta semana foram identificados. No entanto, sua ausência ou o aparecimento de sensações atípicas não é um desvio da norma. Portanto, se a idade gestacional é de apenas quatro semanas, muitas mulheres observam:

  • aumento da fadiga
  • distúrbios emocionais
  • sonolência
  • as primeiras manifestações de toxicose são uma reação aguda aos odores, uma sensação de náusea que ocorre periodicamente,
  • uma sensação de tensão no peito, às vezes as mulheres notam que o abdome inferior está puxando ou até doendo.

Em resumo, os sintomas do início da gravidez são muito semelhantes aos da TPM. Mas aqui está o atraso na menstruação, que as mulheres notam até o final da quarta semana - este é um sinal confiável de gravidez.

Mudança no status hormonal

Os primeiros sintomas da gravidez são devidos ao fato de que o nível de certos hormônios muda. A produção de hormônios específicos começa quase imediatamente após a fertilização do ovo.

Na quarta semana, os níveis de progesterona continuam a subir. O corpo lúteo é "responsável" pela produção desse hormônio, produz progesterona até a formação da placenta.

A principal função do hormônio é manter a gravidez e evitar o aborto. Portanto, com a ameaça de interrupção, os médicos monitoram o nível de progesterona e, se necessário, podem prescrever medicamentos contendo um análogo artificial do hormônio.

HCG desempenha uma função igualmente importante. Aloca-se por hCG coro, funções deste hormônio:

  • O HCG apóia o trabalho do corpo lúteo, ou seja, ajuda a manter a gravidez,
  • atua como um imunossupressor, ou seja, um nível suficientemente alto de hCG é uma garantia de que o corpo da mãe não rejeitará o feto, como um corpo estranho.

É especialmente importante controlar o nível de hCG no início da gravidez, durante o primeiro trimestre o nível de hCG aumenta e depois começa a declinar. O nível mais alto de hCG é observado entre a oitava e a décima semana.

É possível determinar com precisão o nível de hCG, realizando uma análise laboratorial; para isso, a mulher grávida deve doar sangue de uma veia. O nível de hCG é muito menos determinado pela análise da urina, uma vez que o conteúdo hormonal desse líquido biológico não muda tão rapidamente quanto no sangue.

Conselhos! É na medição dos níveis de hCG que se baseia o "trabalho" de todos os testes de gravidez. Se o nível hormonal for alto o suficiente, uma segunda faixa aparecerá no teste.

Alterações da glândula mamária

Se a idade gestacional é de quatro semanas, a maioria das mulheres relata alterações nas glândulas mamárias. Como regra, as gestantes percebem que:

  • a mama adquiriu uma sensibilidade especial, tocar os mamilos pode ser desagradável,
  • o tamanho das glândulas mamárias aumenta levemente. Como regra, as mudanças na quarta semana não são tão significativas, no entanto, as mulheres devem estar preparadas para o fato de que em breve terão que comprar sutiãs maiores em tamanho,
  • Às vezes, nas glândulas mamárias, há uma sensação de plenitude ou até dor.

Tudo isso é devido a alterações hormonais no corpo, as glândulas mamárias estão se preparando para um período de lactação.

Visita do médico

Muitas mulheres acreditam que, na quarta semana, não há necessidade de visitar um ginecologista se não houver queixas. De fato, nesse momento, como regra, eles não são registrados. No entanto, uma visita ao médico ainda não dói.

O médico poderá fazer zaragatoas para realizar testes e excluir infecções genitais e disbiose vaginal (as mulheres grávidas costumam se preocupar com candidíase). Se necessário, uma mulher grávida receberá tratamento prescrito.

Portanto, a quarta semana de gravidez é um período importante, tanto na vida da mãe como no desenvolvimento do bebê. Atualmente, o feto ainda é muito pequeno, seu tamanho não excede alguns milímetros e, mesmo externamente, não se assemelha a um recém-nascido. Mas está crescendo e se desenvolvendo ativamente para nascer em cerca de 8 meses. As futuras mães durante esse período devem estar atentas à sua saúde e ter certeza de que tudo estará seguro e que o bebê nascerá na hora marcada por natureza.

Sintomas do desbotamento fetal

Ter um filho é um processo complexo e demorado, durante o qual muitas vezes algo dá errado. A gravidez fetal pode ocorrer pelos seguintes motivos:

  • desordens genéticas fetais
  • falha hormonal no corpo da mãe,
  • presença de infecções sexualmente transmissíveis (sífilis, gonorréia, clamídia),
  • como resultado de uma doença grave (gripe, rubéola, meningite),
  • com conflito de rhesus,
  • devido ao abuso de cigarros ou álcool,
  • na presença de dois ou mais abortos na história de uma mulher.

O congelamento de embriões também pode ocorrer como resultado de forte estresse físico e psicológico.

Os sinais de desbotamento fetal incluem manchas, manchas, uma cessação acentuada de toxicose, dor intensa na parte inferior do abdômen.

Se tais sintomas forem encontrados, você deve marcar imediatamente uma consulta com um médico.

Sintomas de um aborto espontâneo

Até 12 semanas, o risco de interrupção involuntária da gravidez permanece bastante alto. Com 4 semanas, a mulher deve estar muito atenta à sua saúde, aderir à nutrição adequada e um estilo de vida saudável.

Sintomas de um aborto espontâneo inicial:

  • secreção sangrenta ou rosada, geralmente contendo elementos do tecido germinativo
  • dor na parte inferior do abdômen e nas costas,
  • tonturas e dor de cabeça
  • às vezes náusea, irritabilidade.

Um aborto espontâneo pode durar de várias horas a vários dias.

Se você encontrar o problema a tempo, pode salvar o bebê.

Posso fazer sexo

O sexo não é uma contra-indicação às 4 semanas de gestação. Se os médicos não diagnosticaram a ameaça do aborto e a mulher se sente ótima, a intimidade sexual com um parceiro não é proibida.

A relação sexual é contra-indicada nas seguintes situações:

  • a presença de uma ameaça de aborto,
  • aborto ou desbotamento do feto na história de uma mulher,
  • infecções genitais do parceiro
  • vazamento de líquido amniótico,
  • patologias congênitas dos órgãos reprodutivos.

Em tais situações, é melhor abster-se de sexo na quarta semana.

Órgãos germinais extras

O milagre da natureza também reside no fato de que uma única célula fertilizada, quando dividida, fornece ao bebê tudo o que é necessário. Incluindo refeições completas. Os chamados órgãos extra-germinativos estão envolvidos nisso. Existem três deles:

  • córion: algo como um saco peludo que mais tarde se torna uma placenta,
  • amnion é a futura bexiga fetal, a forte “embalagem” do feto,
  • saco vitelino - o suprimento de comida para o embrião.

O último órgão extra-germinativo é especialmente importante. É sua disfunção ou patologia que pode levar a um aborto espontâneo. De acordo com o estado do saco vitelino, um especialista em ultrassom receberá alguns dados importantes sobre a gravidez e o embrião.

Os cientistas estabeleceram um fato curioso: principalmente os genes do embrião masculino são "responsáveis" pelos órgãos germinais externos. Pode-se dizer que a função do ganha-pão e protetor está nos níveis mais profundos do ser humano.

Uterino e endométrio

As mudanças também ocorrem no corpo uterino - ele amolece e incha, o que o torna mais móvel. As membranas mucosas cervical e uterina adquirem um tom azulado, pois o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais femininos aumenta significativamente. E no próprio pescoço é formada uma rolha que desempenha funções protetoras - evita a penetração de bactérias na cavidade uterina. Neste momento, o útero aumenta apenas ligeiramente, sem ultrapassar a área pélvica.

Sobrevive à transformação e à camada endometrial. Um embrião já foi implantado nele, de modo que a rede vascular começa a se desenvolver ativamente, mudando a cor do endométrio para cianótico. Há também um crescimento ativo de estruturas glandulares, das quais a placenta se formará no futuro, mas, embora ainda não seja, as células glandulares fornecem nutrição e oxigênio ao embrião. Gradualmente, o endométrio engrossa, sua espessura às 4 semanas é de cerca de 20 mm, o que pode ser observado no diagnóstico por ultrassom.

Mãe expectante

Na quarta semana obstétrica, uma mulher ainda pode não saber nada. O desenvolvimento ativo do zigoto no corpo feminino pode dar os primeiros sinais de gravidez ou não afetar a condição da futura mãe.

Recursos nutricionais para a futura mãe

Isso não quer dizer que uma garota em uma posição interessante nos estágios iniciais do nascimento de um bebê deva se limitar estritamente a algo. O principal é que o menu deve ser variado e equilibrado. Na mesa deve haver um grande número de vegetais, frutas, cereais, laticínios.

É necessário recusar cafeína, álcool, peixe e carne crus devido ao risco de infecção por parasitas. Recomenda-se excluir alimentos gordurosos, condimentados, salgados, defumados e frutas exóticas, pois aumentam o risco de alergias.

Na quarta semana de gravidez, recomenda-se que uma mulher tome ácido fólico como suplemento dietético. Este componente é necessário para a formação normal do feto.

Sensações

Se uma mulher está planejando uma gravidez, ela está cheia de expectativas. A principal questão agora: funcionou ou não? Na quarta semana obstétrica, os sentimentos da mãe são mais emocionais.

Fisicamente, uma mulher pode sentir um leve mal-estar. Pode haver fraqueza leve, desconforto quase imperceptível na parte inferior do abdômen, sonolência. Uma condição semelhante é quase a mesma no início da gravidez e na véspera da menstruação.

Mas a sensibilidade da mama e dos mamilos pode aumentar significativamente. As glândulas mamárias às vezes incham desde os primeiros dias após a concepção. Além disso, até o final da quarta semana, a futura mãe pode ter os primeiros sinais de toxicose precoce. Nesse caso, alguém simplesmente esvazia a geladeira e corre para a loja para algo “saboroso”, especial. Poderia ser o contrário: as náuseas virão e você não vai querer comer nada.

O que uma mulher grávida sente com 4 semanas

Muitas mulheres se preocupam com o que acontece com uma criança em um estágio tão inicial? Normalmente, o ultrassom não é realizado nesses momentos, mas, se houver necessidade, o exame transvaginal determina a concepção e implantação realizadas. O tecido embrionário ainda não é visível, mas até o final da próxima semana, uma ecografia já pode determinar um embrião minúsculo.

É possível pilotar um avião

O voo com 4 semanas de gestação é frequentemente contra-indicado. Isso ocorre devido às seguintes condições:

  • toxicose grave, acompanhada de vômitos freqüentes,
  • a ameaça de aborto,
  • vazamento de líquido amniótico,
  • exacerbação de doenças crônicas,
  • anemia.

Durante esse período, o corpo sofre uma tremenda carga e muitas mudanças. É melhor para uma mulher estar em casa em um ambiente familiar.

Mudanças externas

Mesmo na quarta semana, a cintura feminina pode aumentar em 1-2 cm. Se todas as roupas forem “justas”, a mulher notará isso. O principal é reagir corretamente. Se a gravidez não for planejada, a futura mãe pode não reconhecer sua condição. Então ela corre para a academia ou para um nutricionista. É por isso que é importante proteger-se qualitativamente. E se a gravidez é permitida, você precisa ter cuidado. Então, mesmo pequenos sintomas darão a pista certa.

A mãe expectante pode ser um pouco “pesada”. O ganho de peso nos estágios iniciais é explicado, como muito mais, por alterações hormonais. Às vezes, em combinação com a toxicose precoce, leva a uma leve perda de peso. Se a futura mãe se sentir bem ao mesmo tempo, não se preocupe.

Dor abdominal e lombar

A gravidez às 4 semanas pode ser acompanhada por dor desconfortável no abdômen. Isto é devido ao desenvolvimento embrionário ativo e rearranjos do corpo da recém-múmia. Além disso, as sensações de puxar no abdômen podem perturbar os pacientes cuja menstruação também foi dolorosa.

Os ginecologistas alertam que 4 semanas é considerado um período crítico, quando uma mulher grávida costuma ter períodos, de modo que um estiramento no estômago pode ser causado por um tom uterino. Acontece que essas dores de puxar resultam em aborto ou congelamento do feto. A dor lombar também é considerada uma ocorrência bastante comum nesta fase da gestação. Normalmente, esse sintoma está associado à reestruturação das estruturas ligamentar e óssea.

Maneiras de confirmar a gravidez

Em quanto tempo a futura mãe será convencida de sua nova condição? Quanto tempo você terá que esperar até o resultado mais correto? Tudo depende do método.

Saudações pessoais em vídeo do Papai Noel

Teste de farmácia: será exibido ou não?

Alguns testes modernos, mesmo antes do atraso, são capazes de reconhecer a gravidez. Portanto, se a idade gestacional for de 4 semanas, o teste poderá ser aplicado se não houver paciência. No entanto, é melhor esperar até o primeiro dia do período esperado. O resultado será mais confiável.

Ultrassom

No início da quarta semana obstétrica, é improvável que o estudo ajude. Mas, no final, um bom especialista já verá algo em equipamentos de qualidade. Será um útero com uma espessa camada de endométrio e embrião - um pequeno ponto preto. Se uma mulher já teve uma gravidez ectópica, um médico especialista irá definitivamente verificar todo o sistema feminino.

Exame de sangue HCG

O nível de gonadotrofina coriônica humana (hCG) aumenta durante a gravidez. Portanto, um exame de sangue no final da 4ª semana ajudará a confirmar que a concepção foi bem-sucedida.

Resfriados e febre

As doenças do resfriado são indesejáveis ​​no momento, porque o embrião é muito vulnerável; portanto, até fatores menores podem afetá-lo negativamente. Se a estação fria começou, é melhor para a mãe evitar lugares lotados. Mas a temperatura pode afetar extremamente negativamente o desenvolvimento fetal. Se a hipertermia for 38 graus ou mais, é provável que o feto congele e, às vezes, haja risco de aborto. Portanto, mesmo na fase de planejamento, é necessário fortalecer a imunidade para proteger o feto de influências negativas.

Visita ao médico: está na hora ou posso esperar?

As mulheres modernas costumam estar muito ocupadas. Trabalho, vida familiar e hobbies levam muito tempo. Mas agora a gestante terá que cuidar de duas de uma vez.

Na quarta semana obstétrica, é muito cedo para se registrar. A gravidez em si ainda não pode ser confirmada. Mas se você já tem um resultado positivo, pode fazer uma consulta. O que o médico fará?

  1. Ela examinará a mulher e avaliará externamente sua condição geral.
  2. Coleta dados primários.
  3. Prescreva um complexo vitamínico adequado e preparações de ácido fólico.

Se a concepção foi planejada e mantida sob a supervisão de médicos, uma mulher visitará o médico de qualquer maneira. O médico confirmará uma concepção bem-sucedida e prescreverá medidas para manter a gravidez. Isso é especialmente importante se o paciente já teve abortos.

Toxicose

Opcional, mas às vezes acontece que na quarta semana uma mulher começa a incomodar a toxicose. Geralmente, as mães jovens carregando um primogênito são mais propensas à síndrome tóxica precoce. Eles estão preocupados com reações de náusea e vômito, salivação excessiva, intolerância a odores e certos alimentos. De manhã, a náusea perturba, que desaparece na hora do almoço.

Nutrição

Completude e equilíbrio: estes são os principais requisitos. Os dias de jejum estão agora no passado. E também é aconselhável abandonar alimentos enlatados, alimentos de conveniência e fast food.

Gravidez Nutrição Semanal

Ao cozinhar carne, é importante monitorar a falta de gordura. O peixe, por outro lado, pode ser consumido em variedades gordurosas. Existe uma contradição aqui? De fato - não. O peixe gordo contém muitos ácidos orgânicos úteis, que estão completamente ausentes na gordura animal. Note-se: não estamos falando de fritar em óleo. Apenas algumas espécies de peixes vivem em mares e oceanos frios; portanto, para seu próprio calor, elas adquirem uma camada de gordura. Os mais famosos são salmão, truta e salmão.

Se você quer doces, é melhor ter marshmallows ou marshmallows do que chocolate ou bolo.

Legumes e frutas são componentes indispensáveis ​​de uma "dieta para grávidas". Eles podem ser consumidos frescos, cozidos ou cozidos. Além de cereais e laticínios.

As mulheres grávidas costumam perguntar: o que, agora nada é possível? E se você realmente deseja, com tontura, deseja uma espadilha, uma compota de chili ou batatas fritas? Se você abordar estritamente as questões da dieta, haverá apenas uma resposta: sim, nada "tal" é realmente possível. Mas se algum tipo de comida, mesmo “ruim”, ajudará a futura mãe a lidar com náuseas ou se animar, por que não? Só comer alimentos indesejados é melhor em microdoses. “Esticar” um pacote de batatas fritas por uma semana e a comida enlatada não é uma colher de sopa diretamente da lata.

Existe apenas um “tabu” absoluto: o álcool da mãe grávida é estritamente contra-indicado! E não importa quantos "graus" estejam na bebida. Todos os tipos de licores caseiros também são álcool, embora o mais natural possível. A melhor estratégia para a futura mãe é uma completa rejeição do álcool.

Intoxicação alimentar é perigosa para o feto. Portanto, é muito importante proteger sua dieta na quarta semana de gravidez. Não há necessidade de experimentar pratos e produtos exóticos no momento. O corpo pode não aceitá-los e responder a uma perturbação gastrointestinal. E não apenas a futura mãe sofrerá, mas também o embrião. No momento, é muito instável para quaisquer influências negativas.

Sexo com 4 semanas

Normalmente, nesse momento, os cônjuges não pensam no nascimento de um novo membro da família, portanto sua atividade sexual prossegue, como de costume. Se o casal estiver se preparando para a gravidez e, desde o primeiro dia do atraso que aprenderam sobre a adição, o médico recomendará que evitem experiências, paixão excessiva e agressividade na cama, para não prejudicar acidentalmente o bebê. Isso é especialmente importante para as pacientes que não conseguiram engravidar por um longo tempo ou que a gravidez anterior terminou em aborto. De fato, as contrações uterinas durante o orgasmo podem atrapalhar o processo de implantação total e final no endométrio.

Proteção contra fatores prejudiciais

O corpo da futura mãe pode ser muito vulnerável. Alguns mecanismos de proteção na 4ª semana obstétrica ainda não estão formados. Portanto, é muito importante:

  • parar de fumar e ficar longe de pessoas que fumam,
  • proteja-se cuidadosamente durante epidemias de infecções virais,
  • monitore seu humor e deixe entrar em sua vida apenas emoções positivas,
  • Evite mudanças climáticas abruptas.

Medidas adicionais

As estrias podem estragar seriamente a aparência da pele e o humor de uma mulher. Uma das medidas de proteção da pele é o azeite. Recomenda-se esfregá-lo em áreas problemáticas antes que a barriga comece a crescer.

Gravidez e sexo

Na quarta semana obstétrica, o casal ainda pode não saber que alguém já apareceu. Portanto, a vida íntima dos futuros pais prossegue como de costume. Algumas mulheres após a proximidade sentem um peso desagradável nos lábios.

Se a concepção for planejada e realizada sob a supervisão de um médico, ele poderá aconselhar uma pausa na vida sexual. Isso é especialmente importante se uma mulher já teve abortos. Em casos raros, as contrações uterinas durante o orgasmo podem impedir que o embrião ganhe um ponto de apoio completo na cavidade uterina.

Em todos os outros casos, com boa saúde, o casal não tem obstáculos ao sexo. Há um ponto psicológico. Talvez, com o tempo, as sensações íntimas da futura mãe mudem. Ela pode se sentir desconfortável, desconfortável ou simplesmente temer quando está intimida com seu amado homem. É altamente recomendável avisar o parceiro sobre isso. O futuro pai deve estar pronto e paciente. Na menor negatividade de uma vida íntima, uma mulher não pode se trancar em si mesma, considerar o sexo como um dever e um dever. O pai da criança provavelmente sentirá a tensão. Sem conhecer a verdadeira causa, problemas na vida familiar são possíveis. E, portanto - amor mútuo, respeito, atenção e franqueza são especialmente importantes agora.

Álcool

Os produtos alcoólicos para uma mulher grávida são um tabu absoluto. A formação ativa dos embriões do feto ocorre, portanto o álcool pode levar a malformações ou patologias congênitas. O etanol é uma das toxinas mais fortes que causam distúrbios no desenvolvimento e formação embrionários, razão pela qual um bebê pode nascer com anomalias. Portanto, o nascimento de filhos saudáveis ​​requer uma rejeição completa do álcool.

Aborto

Na quarta semana obstétrica, o conceito de aborto espontâneo é raramente usado. Na maioria dos casos, uma mulher não tem tempo para confirmar com precisão a gravidez ou até perceber completamente sua condição. Portanto, para muitos, o sangramento com um aborto espontâneo é igual a mensal.

Alguns sintomas podem indicar uma possível interrupção.

  1. Dói e puxa o estômago. Isso é dor, não leve desconforto.
  2. Sangrar é abundante, às vezes com coágulos.
  3. A descarga de sangue é marrom.

Mas mesmo todos esses sintomas nem sempre indicam que um aborto espontâneo ou aborto espontâneo.

A interrupção da gravidez pode ser intencional. Toda mulher tem o direito de fazê-lo. No entanto, a decisão deve ser responsável. Nada pode ser feito em um estado de colapso nervoso, por medo ou por alguém em vingança. A medicina moderna tenta poupar as mulheres em qualquer circunstância. Mas ninguém ainda cancelou as conseqüências físicas e psicológicas adversas do aborto.

Antibióticos

Além disso, antibióticos são perigosos para o embrião, especialmente em 4 semanas. Se você tomar antibióticos arbitrariamente, poderá provocar o nascimento de um bebê com desvios. Portanto, você precisa tomar esses medicamentos apenas se houver uma indicação especial e para fins médicos. Há uma categoria de antibióticos permitidos para mulheres grávidas, no entanto, neste momento, mesmo eles não devem ser tomados.

Total da 4ª semana

  1. A quarta semana obstétrica pode ser a hora de confirmar a gravidez.
  2. O embrião não está apenas se dividindo, mas a distribuição funcional das células.
  3. Aparecem os primeiros sinais e sintomas quase imperceptíveis da gravidez.

O modo de vida de uma mulher grávida na quarta semana determinará em grande parte o desenvolvimento de uma pequena criatura - o futuro bebê.

Sumário

Portanto, na quarta semana, já é possível usar o ultrassom para confirmar o fato da gravidez. Além disso, o ginecologista poderá estabelecer provisoriamente as datas aproximadas da concepção e a data do nascimento proposto. Nesta fase, ocorre uma distribuição ativa das estruturas celulares do embrião. Uma mulher pode notar as primeiras manifestações ainda não expressas de uma posição interessante. É importante mudar a vida neste momento, uma vez que o rumo e a saúde do bebê dependerão de sua imagem.

Assista ao vídeo: Desenvolvimento fetal 4 semanas de gravidez (Abril 2020).